Como reduzir as ruas pode ajudar a reduzir os congestionamentos

Publicado originalmente em inglês no The New Zealand Herald, em 9 de setembro de 2014. Dr. Jamie Hosking Todos odiamos congestionamentos. A resposta habitual para as ruas congestionadas na Nova Zelândia, especialmente em Auckland, é alargar a via congestionada – transformar uma estrada de duas pistas em quatro. Embora à primeira vista pareça fazer sentido, essa não é a única solução, nem a melhor. A construção de mais estradas em resposta ao congestionamento é muitas vezes comparado a … Continuar lendo Como reduzir as ruas pode ajudar a reduzir os congestionamentos

“Coloque um saco plástico na cabeça e aperte firme no pescoço”

Diante da proposta do governo britânico de aumentar de 17 para 18 anos a idade mínima para dirigir no país, aumentando também o grau de exigência para os novos motoristas, o diário The Guardian publicou nessa sexta-feira um texto onde relata alguns dos métodos empregados para se habilitar novos motoristas em diferentes países: Egito – “Egípcios que querem pegar no volante apenas precisavam provar que … Continuar lendo “Coloque um saco plástico na cabeça e aperte firme no pescoço”

Como deixar o medo em casa

Na semana passada, o vespertino diário londrino Evening Standard publicou um excelente artigo sobre ciclismo. O texto assinado por Jasmine Gardner conclama as mulheres que temem usar a bicicleta como meio de transporte em Londres, a deixar o medo de lado e faz isso com informações e dados excelentes.

Segundo o texto, 30% das mulheres que não andam de bicicleta na cidade, revelaram que preocupações com segurança são o maior motivo de não o fazerem. Gardner defende que essas pessoas usem de técnicas que as permitam maior visibilidade e auto-confiança na rua.

Há na Inglaterra cursos — muitas vezes gratuitos — que ensinam desde a se equilibrar sobre uma bicicleta até técnicas para se pedalar com segurança no meio do trânsito pesado. Continuar lendo “Como deixar o medo em casa”

Uma esquina livre de carros

Imagine um cruzamento onde carros não podem passar. Não se trata de uma ciclovia ou de uma passagem estreita. Estou falando de um cruzamento de duas ruas permanentemente fechado para carros por postes (não sei o nome técnico disso, quem souber, por favor… caixa de comentários), permeável apenas por bicicletas e pedestres. Não há perda de acesso para os moradores que podem chegar às suas casas, tendo apenas que buscar uma rota alternativa. Continuar lendo “Uma esquina livre de carros”

Sobre acalmar o trânsito

Reduzir a velocidade máxima permitida na via, como vem sendo proposto pelo vereador Marcelo Sgarbossa em Porto Alegre, é um começo importante para se humanizar o trânsito em nossa capital e evitar cenas como as vistas ontem na frente da Câmara de Vereadores, quando um ônibus colidiu com um caminhão, arrastando-o por 20 metros e ferindo 8 pessoas. A proposta do vereador, se aprovada, mandará um … Continuar lendo Sobre acalmar o trânsito

“TVE Repórter” vê o ciclismo

Não vou dizer que fiquei impressionado com o programa, mas é um começo que a televisão comece a debater o assunto. Apenas acho que os tópicos infra-estrutura e compartilhamento da rua poderiam ser melhor explorados. E mesmo absurdos como o fato de Porto Alegre ter uma lei normatizando a instalação de bicicletários/paraciclos e que essa lei, apesar de aprovada no legislativo, nunca tenha sido regulamentada pelo … Continuar lendo “TVE Repórter” vê o ciclismo

Sobre respeito

Me parece que quando as condições fogem da normalidade do cotidiano é que podemos observar o verdadeiro respeito às regras. Veja essa imagem de uma construção em Viena. Trabalhadores montaram andaimes sobre uma calçada e uma ciclovia. Para não interromper o fluxo dos usuários, o espaço de circulação foi mantido sob os andaimes. Com direito a manutenção da separação original pedestres/ciclistas. Em um caso desses, … Continuar lendo Sobre respeito

Pelo redesenho das ruas

Quando eu estive em Porto Alegre em março passado, de férias, andando de bicicleta pela primera vez na cidade depois de seis anos morando fora, o que mais me chamou a atenção foi a quantidade de motoristas que ultrapassavam os limites de velocidade estabelecidos pela autoridade de transporte municipal. Cheguei a pensar em sugerir como pauta para algum jornal que um repórter fosse para a … Continuar lendo Pelo redesenho das ruas